terça-feira, 27 de dezembro de 2011



"Um novo começo de era, com gente fina, elegante e sincera. O que mais se pode querer? Gente fina não esnoba, não humilha, não trapaceia, não compete e, como o próprio nome diz, não engrossa. Não veio ao mundo pra colocar areia no projeto dos outros. Ela não pesa, mesmo sendo gorda, e não é leviana, mesmo sendo magra. Gente fina é que tinha que virar tendência. Porque, colocando na balança, é quem faz a diferença."

O mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas, mas que elas vão sempre mudando. Afinam e desafinam. Verdade maior.

Alma



"Alma" é o nome do lugar onde se encontram esses pedaços perdidos de nós mesmos. São partes do nosso corpo como as pernas, os braços, o coração. Circulam em nosso sangue, estão misturadas com os nossos músculos. Quando elas aparecem o corpo se comove, ri, chora.


"(...) Não dou mais bola ao que convém. Falar e fazer tudo do meu jeito é minha definição de felicidade. Nem o sucesso ou o dinheiro, se vierem, me servirão de estrago. Já faço uma certa questão de ser insuportável vez ou outra, tal uma estrada curta para reconhecer quem me gosta."

Cuide bem de você


"Então, cuide bem de você. Do que você sente, do que você faz, do que você vê e agrega. Cuide dos seus, avalie a sua importância. Tome conta de si, reajuste – se, pergunte - se. Inclua o necessário, desligue o menos importante. Abra mão quando for preciso. Aumente a beleza do verbo permanecer. Descuidos são nocivos. Ligeirezas arranham."

sábado, 24 de dezembro de 2011



"O amor é uma espécie de preconceito. A gente ama o que precisa, ama o que faz sentir bem, ama o que é conveniente. Como pode dizer que ama uma pessoa quando há dez mil outras no mundo que você amaria mais se conhecesse? Mas a gente nunca conhece."

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011


Meu Deus, tira de mim os maus pensamentos que em nada  me acrescentam. Que eu carregue comigo somente os sentimentos bons.   Que dentro do meu peito só tenha espaço para o amor e o perdão. Que eu possa ser sempre como a luz,  que  aquece e ilumina.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011



Olhe o mundo em sua volta através de seu coração, e não através de seus olhos. Seu coração vê a beleza da terra, seus olhos não. Olhos só vêem o que eles querem ver. Mas você não pode enganar seu coração. Corações são reais. Corações são honestos. Corações são estúpidos.

Que seja simples


Dizem que eu espero demais de um cara. Que eu fico idealizando uma história de amor, que eu espero um príncipe encantado. Será possível que é realmente querer muito, esperar que alguém seja verdadeiro? Que as atitudes de uma pessoa, sejam condizentes com as coisas que ela diz? 

Pra mim, o bonito do amor entre homem e mulher, é o andar de mãos dadas, o filme no sofá no fim de tarde, uma troca de olhares, um colo nos momentos difíceis.

Eu não quero promessa de eternidade, como já quis um dia, eu só quero viver o ‘hoje’ tranquila.
Eu não quero ninguém ao meu lado, por medo de solidão. Eu quero alguém perto, por vontade de estar.
Se for pra ser diferente disso, prefiro ficar sozinha, bem acompanhada de mim mesma.
Sou do time que acha que amor maduro, é amor mansinho. Sem tempestades e desassossegos.
Já busquei tantas coisas em um relacionamento. Grandes momentos, desses escritos nos contos de fadas. Hoje eu só quero verdade. Quero um cara que deixe claro que é comigo que ele quer estar. E ponto.
‘Homens’ que mal sabem o que procuram em uma mulher, não servem pra mim.
Porque, por mais que eu saiba o que quero, eu preciso me sentir segura ao lado do cara que eu escolhi pra dividir momentos e sorrisos e até as lágrimas.
Só quero que seja simples. E de verdade. Sem máscaras, sem passado no meio da gente, sem expectativas sobre o futuro.
Viver o hoje, aproveitando a simplicidade de cada momento, como um presente da vida.
Porque eu só deixo o amor entrar, se ele estiver acompanhado da paz.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Coragem


"Pronto, tomei uma decisão! Agora, sigo-a. O que encontrarei no final: a Verdade. Quem está pronto para a verdade? Eu!!!!! (gritei)... mas juro que fiquei pensando baixinho "que medo dar de cara com ela."

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Trilha sonora



Passou por dias de puro heavy metal. Ainda podia sentir o som da bateria mudando seu ritmo cardíaco e a vibração das cordas das guitarras acelerando seus vasos sanguíneos. Não era essa a trilha sonora que havia escolhido para sua vida. Gostava de blues como fundo musical. Suavidade não faz mal a ninguém, pensou. Girou o botão dos dias, desligou-se do barulho interno. Afinal, podia ser o que bem quisesse e nesse momento, era bailarina descalça, senhora das horas. Fechou os olhos, abriu os braços e descobriu que sabia dançar.

Não exagere menina



Siga seu coração, mas mude a rota quando os caminhos forem tortuosos.
Tire as minhocas da cabeça, deixe espaço para as flores.
Quem sofre demais sempre vai servir de trampolim para quem sofre de menos.

domingo, 18 de dezembro de 2011



“Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas. Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.”

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

O pedido


Eu não quero um ano novo com mil novidades e grandes acontecimentos.
Só quero entrar em 2012 com o coração em paz e muita força de vontade dentro do peito. 
Que as palavras do ano que está pra chegar sejam tranquilidade, otimismo e leveza.
Porque, pra mim, felicidade está diretamente ligada à paz de espírito, e se eu passar o ano com um sorriso estampado no rosto e alegrias que pesam mais do que as tristezas, já posso dizer que fui feliz o ano inteiro.
Que venha 2012 com todos os desafios que fazem parte da vida. 
Passarei por eles de cabeça erguida.
Que venham novas pessoas pra fazer parte dos meus dias. Estarei de coração aberto pra todas elas.
E que os velhos amigos, e aqueles que fazem parte da minha vida há muito tempo, permaneçam nela no próximo ano, e por muitos deles.
Que Deus nos proteja das más intenções e da cara feia de quem nunca se satisfaz.
Que tenhamos força. E fé. 
O resto a gente pula, pisa, abstrai, transforma em aprendizado. 

Porque se tem paz, amor e amigos, o resto a gente ENFRENTA!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011


Não gosto quando as pessoas tentam se meter na minha vida com soluções mágicas.
Acredito mesmo que a gente só aprende - ou não - dando cabeçadas na vida.
Que a gente só aprende com as próprias experiências.
Acredito também que quanto mais a gente vive, menos tolerante se torna.
Acredito que as atitudes contam muito mais do que as palavras.
Acredito que cidadãos que bancam os bons moços têm muito mais chances de te decepcionar.
Acredito que mentira tem perna curta, como dizia minha avó.
Acredito que a gente deve conhecer uma pessoa antes de se apaixonar(e não o contrário).
Acredito que tudo que vem rápido demais vai embora com a mesma velocidade.
Acredito que a gente só tem uma chance na vida de fazer uma grande merda.
Acredito que perder a confiança é como quebrar um vaso: você pode até conseguir colar, mas vai ser sempre um vaso colado.
Acredito em duendes, gnomos e em papai-noel.
Mas não acredito mais em muita coisa.
Não mais.
Duvido até de mim mesma agora.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Não se engane


Não se engane com meu olhar doce, nem com a minha mania de espremer os olhos, quase fotografando o vento. Sou simples, mas o coração é sofisticado. Guardo certas belezas invisíveis e a feiura de gente sem emoção não apetece a embriaguez de minhas mãos atrapalhadas. Sou o inverso que não acomoda a rotina, não tranquilizo, sou uma espécie de metamorfose, uma rosa quase espinho. Sou a faca que corta a mentira, sou o beco da neurose perdida na exatidão. Exagero no sentir, meu alicerce aguenta. Fui moldada no aço, mas flutuo feito pluma. Sou o blefe, nasci sem etiqueta pro comodismo. Não enceno, escrevo. O papel é minha jogada, histórias são meus pretextos contra os males do mundo.
Jogo o roteiro pra cima e corro pra pegar. Tenho pernas, mas ajo como se tivesse asas. Tenho pressa, mas prefiro chegar atrasada. Meu script é uma piada, minha vida é bem real.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011


“Não gosto de quem precisa provar a todo instante que está feliz, que é forte, que não tem tem defeitos e é sempre o melhor. Queria saber de onde a fraqueza tira tanta força.
Gosto da humildade da fraqueza, dos pontos fracos, do lado humano que mostra que pra ser feliz e inteiro precisamos receber e doar amor ao próximo. Haja força para assumir uma fraqueza.

Tem gente que se acha tanto que esquece de se encontrar.”

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Roda gigante


É incrível. Incrível a vida. Os momentos. As etapas. É incrível como tudo são etapas. Uma acaba aqui pra outra começar ali. Etapas longas, outras bem pequenas - mas com a intensidade de meses inteiros. Algo sem explicação, mas que, de qualquer forma, sempre vale a pena ser vivido. Até o talo. Porque não dá pra se arrepender. Dá pra aprender. Pra tirar experiências. Pra cair e levantar e seguir em frente e nunca desistir. Porque sempre dá pra começar de novo. Por mais que doa. Por mais que digam que nunca vai dar certo. Como não? Ouvir sempre o coração. E se lá na frente a gente perceber que não era nada daquilo, continuar seguindo em frente. Porque a vida é agora. E ninguém melhor do que nós mesmos pra sabermos o que é melhor ou pior pra gente. Vale a pena viver. Tem que valer.

Eu sou clichê


Não costumo dar milhoes de voltas pra falar o que tenho vontade, quando uma única frase é capaz de traduzir o meu sentimento.
Expressar-me por onomatopeias não é comigo.
Aqui as palavras tem o dom de confortar um ali, afagar outro aqui, e ofender tantos por aí.

Trago tristezas particulares, tão minhas que só na solidão posso senti-las.
Acho que todo mundo tem aquela tristeza só sua, as vezes somos egoistas até com a nossa dor.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011



O difícil é achar alguém para remar com a gente,que tenha a coragem de abandonar tudo,de remar e afundar se preciso.Ah, mas se vcs acharem,se valer mesmo a pena remem com todas as forças.

"A gente fica mantendo a  pose, sorrindo, correndo, se enchendo de afazeres e respondendo "sim, tudo bem", quando na verdade a gente está desmoronando por dentro só querendo parar e ver que realmente tudo VAI ficar bem..."

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011



No meu caminho, o abraço é apertado, o aperto de mão é sincero, por isso, não estranhe a minha maneira de sorrir, de te desejar o bem; eu sou aquela pessoa que acredita no bem, que vive no bem e que anseia o bem...

terça-feira, 6 de dezembro de 2011



Não importa. Não importa se tu tem um amor correspondido. Se tu tem amigos verdadeiros. Se tu, o tempo todo, está rodeado de pessoas que te querem bem ou que te querem mal. Não importa a tua aparência, se é branco, preto, amarelo ou pardo. Não importa se tu tem caráter suficiente pra agradar os outros. A única coisa que convém gastar preocupação é com o amor próprio. A partir do momento que você se gosta e se aceita do jeito que é, verás que tudo ao teu lado correrá bem

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Tendo a lua


Eu hoje joguei tanta coisa foraVi o meu passado passar por mimCartas e fotografias, gente que foi embora.A casa fica bem melhor assim
O céu de Ícaro tem mais poesia que o de GalileuE lendo teus bilhetes, eu lembro do que fizQuerendo ver o mais distante e sem saber voarDesprezando as asas que você me deu
Tendo a lua aquela gravidade aonde o homem flutuaMerecia a visita não de militares,Mas de bailarinosE de você e eu.

Precisava ter lido isso antes do fim de semana!


“Você precisa ser mais franca e esperta. Tanto homem por ai querendo uma mulher interessante igual a você, e você ai perdendo tempo atrás desse menino? Acorda amiga,mulher precisa de homem, e homem precisa de mulher. Meninos só precisam de uma mãe e um playstation.


“Viver é conquistar, ter experiências, cultura, amigos, um grande amor. Viver também é perder, diminuir a destreza muscular, o reconhecimento social, a vitalidade social. Viver é encantar com os outros e ter expectativas correspondidas; viver também é se desencantar e ter expectativas esfaceladas. O drama e o lírico sempre nos acompanham.”

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011


Sou precisamente entre doce e salgada, como lágrima. 
Às vezes de sol, às vezes de lua, mas com luz necessária para iluminar-me pra dentro! 
Tenho a alma lilás! 
Eu não caibo aqui, eu nem caibo em mim. 

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Outra vez


Então você se agarra a última esperança, porque desistir é aceitar que acabou.
E aquele querer continua tão grande aí dentro, que se você tentar matá-lo, vai acabar morrendo com ele.
Aí você finge que esqueceu, enquanto espera a hora certa de entrar em cena, e mostrar pro mundo, quem é a ‘mocinha-protagonista’ da história daquele moço.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Então delete, tudo aquilo que não valeu a pena


"Quem mentiu, quem enganou seu coração, quem teve inveja, quem tentou destruir você, quem usou máscaras, quem te magoou, quem te usou e nunca chegou a saber quem realmente você é.”

Às vezes um clichê


Pode ser assimComo um beijinho de passarinhoDe uma leveza perspicazQuando eu dou por mimEu não estou mais tão sozinhoTenho a beleza da cidade
É que assim talvezA vida é boaE tão a toa custa a acreditarE tudo que aconteceA gente temeNa certeza desse caminhar
E quero que você me leveDo seu jeito e do seu modoNão quero que você carregueNenhum peso pelo medo de gostarÀs vezes de um clichê
Posso ser assimUm pouco alheio do seu serMas é meu jeito de viverNenhuma frustraçãoCalejaria o coraçãoSem essa gana de vencer

Eu acredito


Homens. Esses seres terríveis que partem corações apaixonados.
Aah, esses eu não chamo de homens não. Prefiro chamar de moleques.
Porque homem é aquele que com um olhar te faz ter a certeza de que tudo vai ficar bem.
Te ama sem maquiagem, e de pantufa cor-de-rosa. E sabe reconhecer o quanto você fica linda com um vestido ou sem ele.
Homem promete porque sabe que vai cumprir, e ainda sim, não precisa prometer, porque você sabe que ele não joga tempo fora com o que não vale realmente à pena.
Aliás, além de tempo, ele não joga fora amor de verdade. Cativa e sabe cultivar.

Cuida e se deixa cuidar. Ele não vai pra voltar um dia. Porque ele sabe o que quer. E fica, sem necessidade alguma de ir.
Nem sempre tem bons modos, mas nunca fala com a boca cheia de mentiras.
Enxerga o sol no seu sorriso. E entende quando você é tempestade.

Aceita o seu pior, porque precisa mais do que tudo do seu melhor.
Te ama apesar de. E ama mais a cada dia.
Pode não perceber que você cortou o cabelo, mas nota rapidamente quando você está triste. E traz de volta sua alegria, com chocolates e beijinhos.
Homens e felicidade. Uma combinação possível. Porque eles sabem amar. Porque eles sabem ser só de uma mulher. Porque eles te trocam alguns minutos por futebol ou F1, mas jamais te trocariam por outra.
Porque em um homem de verdade pode faltar qualidades, mas jamais falta caráter.
E porque ele também sonha com amor de verdade, e uma mulher encantada de salto alto, ou pijama de florzinha.
Porque ele não quer uma princesa. Ele só quer você, seu coração, e seu mundo inteirinho dentro do abraço dele.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011


“O amor não tem a ver com palavras idiotas, mas com grandes gestos. O amor tem a ver com faixas sobrevoando estádios, pedidos em telões, palavras gigantescas no céu. O amor é ir além das forças, ainda que machuque. Liberar os sentimentos. O amor é achar dentro de si uma coragem que nem sabia existir.”

Preciso de alguém que me pegue pra dançar. Que me queira não amanhã, nem daqui a cem anos. Eu quero alguém que me queira hoje e faça disso o único motivo para se ter um dia feliz. Enquanto dançamos, eu quero o seu rosto encostado no meu e nenhuma palavra precisa ser dita. Na verdade, a música cantará quão belo é esse momento. Vou ter o seu coração tão perto do meu que poderei senti-los se declarando um ao outro. Ele vai me olhar como se ainda tivesse tanto a desvendar e eu vou corar, timidamente sorrir, então colocarei minha cabeça em seus ombros e com os olhos fechados pensarei : " Como é possível amá-lo tanto sem ao menos o conhecer? ". A música continua e ele me envolve mais forte em seus braços, me beija com os olhos e me faz esquecer que há vida além daquela dança. Deixo que ele me conduza para o jardim, com a música ao fundo ele olha para cima e quando levanto a cabeça para olhar ele me beija de tal modo, me fazendo entender, que o verdadeiro amor não é aquele que aponta para o céu e diz : " olhe como é belo " , mas sim aquele que com um beijo, te leva até lá.

Pra ficar feliz, eu invento dias ensolarados.
Pra ficar feliz, eu desembaço a luneta e vejo constelações no meio do dia.
Pra ficar feliz, eu pinto o céu de azul e brigo com o cinza, se for possível.
Pra ficar feliz, eu teço pequenas surpresas ao longo do dia, para desencadear uma fila de sorrisos.
Pra ficar feliz, eu brinco de despetalar rosas só com bem-me-queres.
Pra ficar feliz, eu moro num abraço de um amigo.
Pra ficar feliz, eu me transporto para mundos mais floridos.
Pra ficar feliz, eu conjugo o verbo sempreamar.
Porque tempo ruim é só na meteorologia.
Aqui dentro é sempre sol e se chove, é de pura alegria.


Que os anjos digam Amém


"Que o medo não nos paralise. Que toda tristeza venha só de visita, com hora marcada e passagem pra ir embora. Que os sorrisos nos fortaleçam.

Que os amigos nos amparem. Que a alegria seja o pão-nosso-de-cada-dia. Que cada um cuide do que diz e do que sente, sem dar importância demais aos que os outros pensam.

Que o sono venha de uma consciência tranquila. Que a felicidade, nunca, jamais, em tempo algum, seja vendida em cápsulas numa farmácia.

Que o amor seja capaz de transformar o mundo a nossa volta.

Que os anjos digam Amém."

Penso na mulher em que me transformei recentemente, na vida que estou vivendo agora, e em quanto eu sempre quis ser esta pessoa e viver esta vida, liberta de toda a farsa de fingir ser qualquer outra pessoa que não eu mesma. Penso em tudo que suportei antes de chegar aqui, e pergunto-me se fui eu - quero dizer, esse eu feliz e equilibrado,... quem empurrou para a frente o meu outro eu, mais jovem, mais confuso e com mais dificuldade, durante todos estes anos difíceis. O eu mais jovem era a semente, cheia de potencial, mas foi o eu mais velho, o carvalho que já existia, que passou o tempo inteiro dizendo:'Isso... cresça! Mude! Evolua! Venha me encontrar aqui, onde eu já existo inteiro e maduro! Preciso que você cresça dentro de mim!

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Amar acima de tudo


Olhando para trás e avistando a estrada que segui para chegar onde estou, posso sentir o quanto Deus me ama e abencoa meus passos.
As pessoas que conheci, os sonhos que realizei, os sorrisos que distribui, a família que formei, as descobertas que fiz, as jóias que encontrei, o amor que recebi.
Tudo isso me construiu e me moldou a ser quem hoje sou.
A minha completude é exatamente esta: estar em constante mudanca e evolucao.
Aprendi a muito custo a ignorar o que nao me soma.
Fiz uma colcha de retalhos com cada fotografia tirada, cada momento guardado, cada palavra dita, cada emocao vivida, cada cheiro inesquecivel.
É nela que me embrulho todas as noites antes de pescar estrelas.


"Há sofrimentos que nos redimem e sofrimentos que nos destroem. O sofrimento, em si, é ruim, ele não é benéfico; mas, a partir do momento em que ele aponta para uma melhora, ele vira uma bênção para nossa vida."

domingo, 20 de novembro de 2011

Recado aos moços


Vocês não sabem o que têm nas mãos
Tocam os seios sem saber que no meio bate um coração,
beijam bocas sem ouvir o que elas têm a dizer,
fixam os olhos sem perceber que por trás há uma mente inquieta.
São milhares de pensamentos e sentimentos que pulsam e se confundem,
vocês deviam fazer mais que apenas assistir.

Tenho pena dos que não se arriscam,
dos que não pulam e gostam do morno,
dos que se conformam com piscinas rasas e vidas rasas também.
Tenho pena dos que vão embora cedo, dos que só viajam até a esquina,
dos que pensam mil vezes antes de falar.

Vocês não sabem o que têm nas mãos.
E perdem amores por apostas,
perdem companhia por desinformação e cumplicidade por medo.
Perdem tempo. O meu e o de vocês.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

EvoluIr



Ignorar. Abstrair. Fingir mesmo que não vi. Deixar certas pessoas pensarem que ganharam a briga, e em troca, ganhar a tranquilidade. Dar importância ao que é realmente importante. E acrescenta. E me faz só bem. Não entrar na dança da mediocridade. Do baixo astral. Das más vibrações. Ficar em silêncio quando não tiver a capacidade de disparar doçuras e delicadezas por aí. Humildade e capacidade de reconhecer erros, são qualidades que não se impõe a ninguém. São coisas que a vida ensina. Os dias, os tombos. Não vou tentar forçar. Exigir que todos tenham. Vou buscar corrigir meus defeitos. Tenho alguns que até criaram raízes.
Nem sempre conseguirei agir assim. Mas tentar é sempre um bom começo rumo à evolução espiritual. Em busca da verdadeira beleza de ser. Leve. E de bem com a vida. E carregada de boas vibrações. Plantar delicadezas, pra colher a paz. É só isso que eu preciso pra manter um sorriso de verdade. No rosto e na alma.


Era uma vez... Numa terra muito distante... 
Uma princesa linda, independente e cheia de auto-estima.
Ela se deparou com uma rã enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago do seu castelo era relaxante e ecológico... Então, a rã pulou para o seu colo e disse: linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito. Uma bruxa má lançou-me um encanto e transformei-me nesta rã asquerosa. Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novo num belo príncipe e poderemos casar e constituir lar feliz no teu lindo castelo. A tua mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavar as minhas roupas, criar os nossos filhos e seríamos felizes para sempre...
Naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria, pensando consigo mesma: - Eu, hein?... nem morta!!

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

O que eu não aprendi


Com o tempo eu aprendi a lidar com algumas coisas dessa vida. Eu tropecei feio, errei, e errei mais uma vez, depois acertei e assim como qualquer ser humanóide, eu errei de novo. Pedi desculpas. Aprendi. Talvez eu vá errar de novo. Quem sabe aceitem minhas desculpas mais uma vez. A gente aprende assim, vive assim, tenta tenta tenta, erra erra erra, acerta acerta acerta. Consegui lidar com muitas coisas que passaram por mim feito um furacão, entretanto, por mais que eu tenha milhões de chances espalhadas pelo mundo, eu nunca saberei lidar com algo tão simples e tão essencial – eu nunca saberei lidar com o amor.

Eu complico mesmo. Perco a fala, o andar, perco o ar, a graça e o juízo. Perco o sono, a atenção, perco tudo procurando uma coisa só. Esqueço tudo, esqueço até de mim por lembrar do outro demais. E o coração? Esse parece existir no estômago, batendo, doendo, voando. E eu não sei lidar. É a sensação do novo que invade a minha paz costumeira. O amor é assim, não pede licença, mas pede atenção. E a gente cria, alimenta até que cresce, transborda, arrebata e nos deixa a paixão. E a paixão incomoda. Posso falar? Bicho traiçoeiro essa tal de paixão. Engana e eu gosto. Gosto e me engano. Esse é o mal. Essa é a dor.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Saudade é amor que fica


Porque saudade é só uma lembrança bonita, pedindo pra acontecer outra vez. É cheiro de café fresquinho, é colher morango no quintal, depois de chegar do colégio. É desenho animado em um fim de tarde qualquer.
É querer reviver o que valeu a pena. Que marcou, e se transformou em mais uma página bonita na vida da gente. Saudade não deve doer. Deve roubar sorrisos e trazer a certeza de que o que foi bonito fica, de alguma forma. Sentir saudade, deixar saudade. Porque o bom é viver para desenhar na vida das pessoas, momentos lindos e dignos de serem lembrados pra sempre.

Nessa ciranda de adoro quem me deseja e desprezo quem me ama, a única prejudicada sou eu que continuo aqui, sozinha e jogada na cama.
Companhia?
Travesseiros, filmes e um turbilhão de pensamentos que não me levarão a lugar nenhum.